Sábado, 24 de Janeiro de 2009

As personagens-tipo que se encontram em viagens de inter-cidades em nada se comparam às criaturas míticas dos suburbanos, ainda assim há sempre personagens caricatas. Senão vejamos...

 

Homo Sapiens "Nunca te vi"

Olham para ti fixamente, decoram os teus gestos, o ritmo da tua respiração e quiçá o teu batimento cardíaco!

Antídoto: olhar fixamente para os olhos deles, se possível com um olhar lunático. Se conseguirem, ainda, conjugar um olho aberto com outro bastante semicerrado têm sucesso imediato na vossa tarefa.

 

Homo Sapiens "Eu sou mesmo do Norte!"

"Eu sou de BrÁgÁ" é uma das frases que os caracterizam - não tardará muito que pouco depois dirão "Viste aquele filho da p%#&... FÔgó! Aquele c#r&$£o!" (com sotaque cerrado, cerrado, cerrado).

Estes espécimens são ainda conhecidos por elevarem a voz a grandes níveis de décibeis não deixando os indivíduos que se seguem pregar olho.

Antídoto: não é conhecido.

 

Homo Sapiens "Tenho soninho"

São simplesmente Homo Sapiens que aproveitam a duração da viagem para "trair" a sua caminha que ficou em casa. Tentam refastelar-se na medida do possível mas outros indivíduos aqui retratados não os deixam sequer alongar a fase leve do sono.

 

Homo Sapiens "Caia uma bomba mas nada me acorda"

Ocorrem coisas normais, fora do comum, hilariantes, inacreditáveis à sua volta mas nada, nada os acorda.

Normalmente os "senhores pica" recorrem a aparelhos de choque para trazer estes Homo Sapiens ao mundo dos acordados.

 

Homo Sapiens "Eu sou enérgico logo às 6 da manhã!"

Enquanto a maior parte das carruagens, e, provavelmente, a totalidade do comboio, está ainda completamente sonolenta, estes indivíduos discutem já com energia de calibre pilhas duracel as "grandes actualidades do momento": as poses do Sr. Malato, a sua competência face à incompetência dos outros, as notícias bombásticas do Jornal que acabou de chegar às bancas, dilacerando completamente, no final de contas, todos os passageiros com pormenores sórdidos da sua vida privada que era escusado a restante carruagem tomar conhecimento.

Normalmente esta estirpe faz-se acompanhar de outro indivíduo idêntico ou de alguém que sofre em silêncio (coitado!).

São ainda muito semelhantes ao Homo Sapiens "Eu sou do Norte" pelo alto volume de voz com que falam.

Antídoto: em fase de investigação em várias Universidades.



publicado por rosa às 12:21 | link do post | comentar | favorito

16 comentários:
De angcosta a 24 de Janeiro de 2009 às 15:35
=( as pessoas de braga não dizem palavrões isso são as do PUARTO... as pessoas de braga têm um nível bastante superior :D

Mas os comboios, principalmente nos suburbanos em que estas mais próxima das pessoas... é com cada personagem...
mas eu admito que as vezes tb me ponho a olhar para as pessoas para passar o tempo...lol



De rosa a 24 de Janeiro de 2009 às 15:46
'No offense' mas depois de num dia com duas viagens longas e em cada uma delas ter encontrado duas pessoas de Braga tal como as descrevi, mesmo mesmo, não podia deixar passar em branco...
Pronto isto é baseado em factos reais, mas é apenas uma amostra porque nunca podemos tomar a parte pelo todo ;)


De angcosta a 24 de Janeiro de 2009 às 15:49
lol eh eh deviam ser duas pessoas que moravam em braga... mas nasceram no porto :P




De Cristina a 24 de Janeiro de 2009 às 18:51
Existem ainda mais umas sub-espécies de Homo sapiens, recordo-me agora. por exemplo da sub-espécie "ronca e não é pouco" e da espécie "como fazer karaoke usando um mp3" lol


De rosa a 24 de Janeiro de 2009 às 21:26
Desses não apanhei graças a deus :)


De Juju a 25 de Janeiro de 2009 às 20:57
hmmm epah é mm uma tristeza viajar nos suburbanos, hj , e isto é verdade verdadeira, vinha alguém a ouvir a alto e bom som os maiores êxitos dos Backstreet Boys... tão alto que até dava pra perceber a letra das músicas e tudo.. my god


De rosa a 25 de Janeiro de 2009 às 21:29
Ui então deu para recordar os grandes êxitos de infância =) como 'keep playing games with my hearth' ou pior lololol


De Juju a 25 de Janeiro de 2009 às 22:27
sim, pude relembrar esse êxito, entre tb aquela mt boa Backstreet's back, show me the meaning of being lonely.. acho eu.. sim, foram uns minutos fantásticos da minha vida


De move a 26 de Janeiro de 2009 às 13:41
vá, vá eu sou um bocadinho "Homo Sapiens "Caia uma bomba mas nada me acorda"",

mas devíamos mudar isso para

"Homo Sapiens façam todos barulho menos os de braga porque senão acordo!"

eheheh.

Porque é que todos os habitantes de Braga têm que dizer alto e bom som a bela da frase: "Eu(e) bim de Braga"?


De rosa a 26 de Janeiro de 2009 às 15:01
Isso é uma das grandes dúvidas que assombra a minha existência!!!


De Peter a 26 de Janeiro de 2009 às 20:45
ODEIO o tipo "Eu sou enérgico logo às 6 da manhã!". Metem-me uma raiva, cambada de cafeinados. :|

Aliás, odeio-os a todos menos ao tipo "Tenho soninho". O tipo "Caia uma bomba mas nada me acorda" tem tendência a ressonar.

Sim, são muitos traumas desenvolvidos ao longo de muitos anos a andar de comboio. :P


De rosa a 26 de Janeiro de 2009 às 21:01
Roncam e não é pouco os bastards!
É verdade vê-se de tudo nos comboios mas o top top vai para os suburbanos! Tenho de averiguar as viagens de vouguinha porque essas já não as faço há muito tempo.


De Peter a 27 de Janeiro de 2009 às 02:35
Isso é porque não conheces a senhora gorda de Pereira (http://pt.wikipedia.org/wiki/Pereira_(Montemor-o-Velho)) que vende queijadas de Coimbra e pastéis de Tentúgal nos comboios.

E quando digo gorda é *GORDA* do género que é capaz de causar filas atrás dela porque as pessoas não conseguem passar no corredor quando ela pára. Além disso acorda todo o comboio com o seu pregão irritante.

Dantes andava nos Urbanos de Coimbra, mas nos últimos anos tenho-a visto nos Intercidades, entre a Pampilhosa e a bela estação de Alfarelos-Granja do Ulmeiro.

Além do mais, engana as pessoas. As queijadas não são de Coimbra mas sim de Tentúgal. E tanto quanto sei as pessoas de Pereira não gostam dela.


De rosa a 27 de Janeiro de 2009 às 11:00
Iiii a sério? Acho que era capaz de fazer a viagem só para comer os tais pastéis :)


De Peter a 27 de Janeiro de 2009 às 20:09
Não vale a pena, mais vale fazeres a viagem de comboio, saíres em Pereira e ires lá ao café comprar as queijadas. Não sei se sai mais barato mas desconfio que sim.

E agora estou com fome. Raios.


De rosa a 7 de Fevereiro de 2009 às 14:23
Ontem encontrei a mítica senhora a vender pastéis na viagem de IC, pelos vistos já mudou de técnica e apregoa também pastéis de tentúgal.
Os IC's que param na Pampilhosa deixam agora o receio no ar! A obstrução de passagem é inevitável! (e os pastéis deixaram estranhamente de parecer tão apetecíveis)


Comentar post

... mas diz que é da rosa
mais sobre mim
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


subscrever oficialmente este blog por email
Subscribe to O blog oficial by Email
Artigos recentes oficiais

O sol e o Inverno passam ...

Constatações I

Tendências do ramo imobil...

Super-heróis do século XX...

Literal versions II

"E recordar é viver..." I...

Literal versions

Bye Michael bye

está próximo...

Ide e... votai!

comentários recentes
Ainda bem que pude ajudar ;)É um destino que vale ...
Andava à procura de dicas para um roteiro a Sintra...
Sim :)mas uma pessoa quer sempre mais...
Pois é...mas apesar de ainda não podermos dar asas...
Pois a vida na ocidental praia lusitana não é defi...
Ai Rosinha como te entendo!!! Independência? até v...
AHAHAHAHAHAHBrutal!
Realmente... eu que nunca brinquei com barbies per...
Ah pois é Rosinha...Aproveitavas e assim já tinhas...
CREEEEDDDOOOO! :P
Arquivo oficial

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

tags

todas as tags

links oficiais
blogs SAPO
subscrever feeds